Notícias

NOTA DE REPÚDIO

Sexta, 24 de Março de 2017

NOTA DE REPÚDIO

A Associação Brasileira de Ortodontia e Ortopedia Facial – Seção Goiás (ABOR Goiás) repudia as novas regras para credenciamento de cirurgiões-dentistas, divulgados no último dia 17 de março, pelo Ipasgo. Os critérios para Análise e Pontuação Curricular na Especialidade Indicada excluem a Ortodontia, ou seja, nesta etapa não serão aceitos certificados de pós-graduação de Ortodontia para agregar pontos na soma curricular do clínico geral.

A ABOR Goiás entende que haverá um prejuízo para a classe considerando que qualquer especialidade devidamente registrada no seu Conselho deve ser pontuada como especialidade dentro do cálculo curricular do clínico geral, além de qualquer associação ou entidade de classe da odontologia registrada no Conselho Federal de Odontologia (CFO) (no caso de Goiás, a Associação Brasileira de Odontologia (ABO) e a Associação Brasileira de Ortodontia e Ortopedia Facial (ABOR Goiás) deve ser também considerada. A Abor Goiás comunicou o Ipasgo sobre o equívoco e aguardará as correções das regras publicadas em Edital, até o dia 29 de março.

Diante da manutenção da exclusão da Ortodontia dos critérios para Análise e Pontuação Curricular na Especialidade Indicada, a ABOR Goiás tomará as medidas cabíveis.