Notícias

Ortodontina Preventiva

Sexta, 01 de Julho de 2016

Para que o Brasil, de fato, tenha pessoas com saúde bucal, a qualificação profissional do cirurgião dentista é imprescindível, mas o esclarecimento da sociedade também é. Na ortodontia tão importante quanto a capacitação do especialista é a educação das famílias para medidas preventivas de maloclusões, especialmente as realizadas em crianças de até seis anos.

A ABOR Goiás, por meio de um trabalho de comunicação com a imprensa goiana, que será iniciado a partir de julho, tem o objetivo de alertar a sociedade de como pode ser feita na prática, a chamada Ortodontia Preventiva, com o apoio de um ortodontista. Mas a adesão dos associados da ABOR Goiás em disseminar o conceito para seus pacientes também é bem-vinda.

Dentre os procedimentos de ortodontia preventiva,
a manutenção de espaço constitui-se no seu exemplo
clássico de atuação.

 

Sociedade esclarecida

A primeira etapa da campanha de comunicação é esclarecer a sociedade sobre o que é ortodontia preventiva e nesse processo a atuação dos associados é muito importante. A ABOR Goiás considera que a forma mais fácil de informar e sensibilizar as pessoas é começando com pacientes, em especial mães, sobre o significado dessa prática. O primeiro ponto é deixar claro que a ortodontia preventiva visa preservar a integridade da evolução normal da oclusão evitando-se a instalação de determinadas maloclusões. Mas é importante apresentar o passo a passo, como fazer na prática.

O roteiro informativo de apresentação das ações preventivas para o paciente é simples, rápida, mas pode significar muito para uma criança:

Primeiro, os pais devem estar preparados para fazer o reconhecimento precoce de lesões de cárie dentária e buscar a realização de restaurações adequadas, restabelecendo-se, assim, as dimensões corretas dos dentes
Depois, um profissional deve sempre ser procurado para a manutenção de espaço após a perda precoce de dentes decíduos, com o uso de aparelhos mantenedores de espaço, até a época da erupção dos dentes permanentes sucessores correspondentes
E por último, os pais devem identificar precocemente e eliminar hábitos orais prejudiciais, como chupar bico ou o dedo, que possam interferir no desenvolvimento normal da dentição e do crescimento facial.

INFORME SEU PACIENTE

A ortodontia preventiva pode ser explicada para a sociedade como uma forma de manter a melhor condição de saúde bucal e, consequentemente, a higiene bucal, como também evitar o aparecimento da maloclusão. Assim, é importante que o ortodontista tenha, sempre que possível, a responsabilidade de disseminar o conceito de ortodontia preventiva pelos diferentes canais de comunicação que dispõe.